Início / Silagem de gramíneas tropicais

Silagem de gramíneas tropicais

Os capins tropicais C4 são perenes, classificados pela rota metabólica que as plantas usam para capturar dióxido de carbono durante a fotossíntese. Como tal, as plantas C4 produzem uma molécula de quatro carbonos. Estes capins são geralmente cultivados entre 25º N e 25º S do Equador. Os capins tropicais têm maiores demandas por luminosidade e temperatura do que as gramíneas temperadas. Por outro lado, eles tendem a ter demandas hídricas menores.

Os capins C4 são mais eficientes na fixação de dióxido de carbono do que outras gramíneas. No entanto, sua composição tecidual resulta em plantas com menores teores de proteína bruta (PB) e carboidratos solúveis. Os capins C4 também apresentam maiores concentrações de componentes da parede celular, como celulose e hemicelulose, quando comparado com gramíneas temperadas.

Maturidade na colheita

É difícil estabelecer uma recomendação geral devido ao grande número de espécies e variedades de capins C4. A maturidade ideal para capins tropicais deve ser ao redor de 95% da interceptação de luz, mas devido à dificuldade desta mensuração, a correspondência deste momento com a altura do dossel forrageiro é uma maneira mais fácil de ser considerada. Cada espécie ou variedade forrageira tem uma indicação. No entanto, nesta fase, os capins C4 geralmente possuem alto teor de umidade. Portanto, é comum adiar a colheita para elevar o conteúdo de matéria seca (MS), mesmo que isso reduza o valor nutritivo da silagem.

Matéria seca

Os capins começam a perder açúcar logo após serem cortados, e os açúcares são o substrato da fermentação microbiana. A chave para a silagem de alta qualidade de capins tropicais é realizar a colheita no teor de MS adequado para a ensilagem.

Em geral, não colher gramíneas tropicais com menos de 25% de MS ou com mais de 50% de MS, se a forragem for conservada como pré-secado.

Desafios

Devido aos níveis mais baixos de açúcar, os problemas de deterioração do painel do silo e de estabilidade aeróbia ocorrem com menor frequência em comparação com a silagem de milho. No entanto, a formação de ácido butírico em forragem com baixo teor de MS é um problema mais comum. A silagem de capins tropicais apresenta alto risco de produção de efluentes.

Um componente crítico para a ensilagem de alta qualidade é a rápida queda no pH. Em algumas situações, a silagem de capim poder apresentar uma capacidade tampão mais alta e ter uma maior resistência a mudança no pH, além de ter teores de carboidratos solúveis muito baixos. Outro desafio adicional é o baixo número de bactérias láticas, que são responsáveis pela rápida queda do pH. Isto torna fundamental o uso de um inoculante de silagem comprovadamente testado para a obtenção de silagem de alta qualidade. Clique aqui para obter mais informações sobre as opções de inoculantes.

A Lallemand Animal Nutrition não pretende, neste guia ou em qualquer outra publicação, especificar padrões mínimos de segurança ou legais ou abordar todos os requisitos de conformidade, riscos ou problemas de segurança associados ao trabalho nas fazendas ou em seu entorno. Este guia destina-se a servir apenas como um ponto de partida para informações e não deve ser interpretado como contendo todas as informações necessárias de conformidade, segurança ou advertência, nem deve ser interpretado como representando a política da Lallemand Animal Nutrition. Nenhuma garantia, garantia ou representação é feita pela Lallemand Animal Nutrition quanto à exatidão ou suficiência das informações e diretrizes contidas neste documento, e Lallemand Animal Nutrition não assume qualquer responsabilidade ou responsabilidade em relação às mesmas. É responsabilidade dos usuários deste guia consultar e cumprir as leis, regulamentos e padrões de segurança locais, estaduais e federais pertinentes.